"De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-Ias voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória”
.
Henri Cartier-Bresson

quinta-feira, 28 de abril de 2011

LIBERDADE VIGIADA




Quem será a dona destes poderosos saltos? 

Respondendo a Marina;
......................................
É a moça da Cantiga
A mulher da Criação
Umas vezes nossa amiga
Outras nossa perdição 


Dona
Roupa Nova 
Composição : Sá & Guarabyra

domingo, 24 de abril de 2011

OLHA A PERERECA!


Perereca (Hypsiboas albomarginatus)  imágem capturada em Arembepe,  litoral norte, Bahia.

A Hypsiboas albomarginatus é uma espécie de rã nativa da região da mata atlântica. Sua alimentação se baseia em pequenos insetos. Costuma se esconder e se alimentar em bromélias.

sábado, 23 de abril de 2011

OLHOS NOS OLHOS...

As respostas que não saírem da minha boca estarão estampadas no fundo dos meus olhos. Cabe a você saber procurar... Como depende tambem de você, o que vai encontrar...

Esculturas em aço, expostas no MAM - Museu de Arte Moderna, Salvador, Bahia.

FERNANDO AREIAS

Quem passa pelo Aeroporto Internacional dos Guararapes em Recife tem a oportunidade de conferir o expressivo trabalho do pintor pernambucano Fernando Areias.




Caso ande entediado com a atmosfera melancólica, alimentada pela apreensão da partida ou do retorno ou pelas horas de espera “sem ter nada o que fazer”, poderá experimentar uma grata surpresa ao circular pelo Aeroporto Internacional dos Guararapes. Em um espaço localizado no segundo andar, próxima à praça de alimentação, o visitante esquece do tempo diante de uma obra de cores vibrantes e carregada de expressividade, cuja temática explora desde aves da fauna brasileira à figura humana.

Fonte de referência: Nordeste Turismo


quinta-feira, 14 de abril de 2011

BARRACUDA

Sphyraena barracuda - Local: Marina de Salvador, Bahia - Brasil



Há cerca de 20 ou mais espécies de barracudas de pequeno porte, das quais cinco são encontradas no Brasil.

É encontrada diferentes habitats, desde canais de mangue, passando por áreas costeiras  até alto mar, nas proximidades de recifes de corais, portos, naufrágios e em locais onde se concentram pequenos peixes. As barracudas jovens formam cardumes; as grandes são quase sempre solitárias. É uma espécie voraz e agressiva, ataca qualquer objeto brilhante ou em movimento.

O exemplar fotografado deslisava calmamente sob as aguas da baia de Todos os Santos nas proximidades do restaurante Lafaiette.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

ARVORE DA VIDA...

Caso alguém lhe pergunte qual o coletivo de mulher, não esite em responder, VIDA!

Gilberto Gil foi extremamente feliz ao inserir na melodia de sua autoria entitulada "Flora" a emblemática figura da mulher como uma frondosa jaqueira... uma Arvore da Vida...

Flora

Composição : Gilberto Gil

Imagino-te já idosa
Frondosa toda a folhagem
Multiplicada a ramagem
De agora
Tendo tudo transcorrido
Flores e frutos da imagem
.......................................

Imagino-te jaqueira
Postada à beira da estrada
Velha, forte, farta, bela
Senhora
Pelo chão, muitos caroços
Como que restos dos nossos
Próprios sonhos devorados
...........................................

Imagino-te futura
Ainda mais linda, madura
.......................................
Terei sono, com certeza
Debaixo da tua sombra
....................................




quarta-feira, 6 de abril de 2011

MARCO ZERO...

 Recife é um bairro da cidade do Recife, capital do estado de Pernambuco, correspondente ao conhecido  Recife Antigo. É ali em seu ponto mais oriental, no porto, onde situa-se a Praça Rio Branco – o Marco Zero




A lembrança do passado pujante do recife antigo é emblemáticamente representado pela visão da Antiga Bolsa de Valores de Pernambuco e Paraíba com suas cúpulas recuperadas...



Não menos imponente, o prédio da Associação Comercial de Pernambuco, um palacete do século XIX,  projeta juntamente com a Bolsa de Valores e demais casaríos antigos da Praça Rio Branco uma profusão de culturas com as quais construiu-se a grande Recife.

LA BELLE DE JOUR...

Impossível ouvir Alceu Valença cantar La Belle de Jour e não lembrar do cair da tarde na grande Recife...


 Canta Alceu Valença;

Azul, era Belle de Jour
Era a bela da tarde
Seus olhos azuis como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La Belle de Jour!

 








Azul, era Belle de Jour... Era a bela da tarde... Na tarde de um domingo azul..




 Recife, tal qual a Belle de Jour da canção, não só é a moça mais linda da praia de Boa Viagem... Mas tambem sedutora nos seus encantos, brinda-nos com suas pontes de ferro de ricos detalhes...








Exibindo bem cuidadas balaustradas que como adornos da Belle de Jour, contornam o estuário do seu sinuoso Capibaripe realça a beleza dos seus manguezais.




segunda-feira, 4 de abril de 2011

PAÇO ALFÂNDEGA




Paço Alfândega - Recife Brasil

Recife nos dá um notável exemplo de que o passado de nada serve guradado em gavetas velhas e cheias de mofo. A proposta de resgate de imóveis antigos como o  Paço Alfândega construído em 1720, demonstra que pode-se revitalizar áreas degradadas, transitando entre a preservação de elementos históricos fundamentais e um projeto que viabilize o empreendimento com o apoio da iniciativa privada. 

CULTURA NORDESTINA

Representação em argila de Virgulino Ferreira, o Lampião, e sua companheira Maria Bonita - Olinda - Pe - Brasil

Artistas do nordeste esbanjam em seus ricos trabalhos a história e a cultura do povo nordestino. Falam assim, desde sua religiosidade e seus conflitos sociais...




 Retratam caracteristicas do seu povo preservando a autenticidade nativa...




Carregam nas descrições generosas a expressão da identidade de um povo marcado pela mistura das raças...
E capricham nas mascaras que preservam no tempo a alegria do povo cantada no enrredo dos seus carnavais...


domingo, 3 de abril de 2011

RIO CAPIBARIPE

 
Rio Capibaripe - Recife, Pernambuco - Brasil


Outrora conhecido como rio das Capivaras ou dos porcos selvagens, o rio Capibaripe hoje delimitado pela expansão urbana da grande Recife, resiste à degradação pelo assoreamento e poluição devido a dejetos de matadouros, lixões, bem como esgotos urbanos e industriais nele lançado.


Garça-branca-grande (Ardea alba, sinônimo Casmerodius albus )

Também conhecida apenas como garça-branca, é uma ave da ordem Ciconiiformes. É comum à beira dos lagos, rios e banhados.

Fonte: Wikiaves


Socó (Butorides striatus)

Ave de 36 centímetros que vive nos manguezais, lagoas, brejos e outras áreas alagadas. Alimenta-se de peixes, insetos, crustáceos, moluscos e pequenos sapos. Para tanto, fica imóvel bem perto da água e, ao avistar a presa, estica o pescoço e a captura.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em: http://www.frigoletto.com.br

Savacu-de-coroa (Nyctanassa violacea)


Ave típica dos manguezais, também conhecida como dorminhoco. Uma das garças mais cosmopolitas, sendo que nos países mais frios é migratória e forma grupos grandes, enquanto nos países tropicais é geralmente solitária.

(Linnaeus, 1758)




Garça (Egretta thula)

Também conhecida como garça-pequena, chega a medir 58 centímetros de comprimento. Vive em águas doces, salobras e mesmo na praia. Come peixes, crustáceos, moluscos e pequenos sapos.

Fonte: Guia do Meio Ambiente - Litoral de Alagoas
Disponível em: http://www.frigoletto.com.br



ENTALHES





Entalhes em madeira expostos em Olinda, Pernambuco - Brasil - Autor: FERREIRA


Há muito o que se ver pelo nordeste, não podendo se deixar passar despercebido o rico trabalho dos artesãos nordentinos. Na cidade de Olinda, enfeitam as paredes de inumeras casas de artesanato riquissimos trabalhos de entalhes em madeira como estes, obra irretocável do artista FERREIRA.

O seu requintado trabalho privilegia o corpo humano como pura expressão de erotismo e sensualidade.