"De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-Ias voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória”
.
Henri Cartier-Bresson

domingo, 25 de julho de 2010

ÍCONE

ELEMENTAIS


Elementais, uma palavra derivada de elemento, nome dado pelos antigos à terra, ar, água e fogo, que formam os quatro elementos da vida.

LAVADEIRA

Nomes populares utilizados no Brasil: Lavadeira-mascarada, Lavadeira, Lavandeira (Nordeste) ou Noivinha.

Nome científico: Fluvicola nengeta.
Originária do Nordeste, vem se espalhando pelo sudeste mais recentemente. Vive sempre perto da água; pequenos lagos, açudes etc. alimentando-se de insetos como cupins, pequenos besouros e formigas.

TEMPO FECHADO

domingo, 18 de julho de 2010

NEGRITUDE


O movimento étinico-cultural de resgate da Negritude tem a sua origem nos movimentos culturais protagonizados por negros, brancos, mestiços que, desde as décadas de 10, 20, 30 (século XIX), lutam pelo renascimento negro (busca e revalorização das raízes culturais africanas, crioulas e populares. No Brasil, a Bahia é o berço referencial deste movimento.

CASARÍOS DO PELOURINHO


Dá-se o nome de "Pelourinho" ao centro histórico da cidade de Salvador, no estado da Bahia, classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

sábado, 17 de julho de 2010

SOLAR DO UNHÃO



No Brasil do século XVIII a casas tinham-se desenvolvido de modelos portugueses com um tipo padrão de fachada , no qual as janelas se agrupavam com regularidade de um lado e de outro e acima de uma portada central privilegiando o acesso para a luz do sol.. Exemplo: Solar do Unhão.

PERFECCIONISMO


 
Piso em madeira de lei - jacarandá e mogno - Palácio Rio Branco. Salvador

O que lhe diz a imagem?
Nem sempre é uma questão de estar certo ou errado...
Tudo depende de como vemos as coisas...

VIGÍLIA SECULAR

Vista posterior da torre da igreja doa aflitos - Salvador Ba.
O famoso jeitinho brasileiro já era usado para resolver questões financeiras no século 18. Durante o apogeu do movimento barroco, diversas igrejas foram construídas Brasil afora com apenas uma torre – em vez das duas previstas pelas medidas estéticas barrocas e legislação da época.
Uma das explicações é que o governo português considerava os templos com duas torres concluídos – e cobrava altos impostos dos capelães. Assim, com apenas uma torre, eles alegavam que a igreja estava em fase de construção. Embora essa seja a versão mais aceita, historiadores apontam outras duas razões. Uma delas é que templos maiores, com duas torres, custavam muito caro para os padrões das cidades. Outra é estética. “Boa parte delas foi construída já no início do movimento rococó, que tem características mais simples”, afirma a diretora de patrimônio histórico de Diamantina, Verônica Motta.

Texto de: Rodrigo Gallo

segunda-feira, 12 de julho de 2010

TEMPLO DO SOL

 

O sol às casas, como a montes,
Vagamente doura.
Na cidade sem horizontes
Uma tristeza loura.

Fernando Pessoa

À MARGEM


Queria uma ponte
que me levasse para o lado de lá
desta margem
..........................................................
queria
queria uma ponte
a outra margem de mim

Enho doVale

sexta-feira, 9 de julho de 2010

À ESPREITA

No poema "Dentro/fora" do livro "A espreita", o Eu observa a realidade urbana como um voyeur. 
No  poema “Mil olhos” o Eu não se posiciona claramente em um determinado lugar, mas sugere a existência de três planos – o plano da movimentação, a qual ele observa secretamente; o plano em que ele está, distanciado da rua espreitando a realidade; e um plano suspenso que a tudo observa.

Neste plano suspenso, distanciado da rua, espreitando a realidade que a tudo observa, é que se encontra o Fotografo.

LEITE, Sebastião Uchoa. A espreita. São Paulo: Perspectiva, 2000
http://www.ichs.ufop.br/memorial/trab2/l214.pdf

BARBACOA




Segundo o  Chef Mexicano Arturo Herrera,  a tradicional barbacoa das altas planícies centrais a leste da Cidade do México é feita com borrego, cabra ou carneiro, lentamente cozidas numa cova funda, pré-aquecida num lume sobre rochas.  
 
A carne é envolvida em folhas de agave e cozida em vapor com o calor fornecido pelas pedras.  Existe outra versão mais simples e saborosa também, usam-se as folhas aromáticas do louro, bananeira, ameixa e abacate e a barbacoa é feita numa panela de vapor.

Não é sem razão que "BARBACOA" empresta significado à requntada gastronomia. 

http://www.labuenaonda.com.br/barbacoa.htm


NATUREZA MORTA

NAS NUVENS

quarta-feira, 7 de julho de 2010

DEPENDE DE COMO VOCÊ VÊ


..................................................................................................
Metade de mim agora é assim
De um lado a poesia, o verbo, a saudade
Do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim
E o fim é belo incerto... depende de como você vê
O novo, o credo, a fé que você deposita em você e só.

.................................................................................................
O Anjo Mais Velho | O Teatro Mágico (Amélie Poulain)
 Fernando Anitelli]




Clipe amador feito com imagens do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain". por Farion 

SÉRIE NÁUTICA - VELEIROS





terça-feira, 6 de julho de 2010

SÉRIE NÁUTICA - PESQUEIROS






SÉRIE NÁUTICA - LANCHAS

Generalidades à parte, há diferenças de estilo, sim, entre lancheiros e velejadores. O que ocorre basicamente é a combinação entre educação e a potência disponível a um e a outro navegador.

RÔLINHA PREGUIÇOSA


Trata-se de um clube carnavalesco de Salvador.  A maioria dos associados tem mais de 60 anos. Vejam bem; dos ASSOCIADOS, e não dos foliões  de todas as idades que saem no bloco.
Pode-se entender então o motivo da preguiça da rolinha...

GEOMETRIA URBANA

Centro empresarial CEMPRE. Um espetáculo de grafismo à parte, e um dos ícones da arquitetura contemporanea de Salvador Ba.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

SOTERÓPOLIS

PALÁCIO RIO BRANCO

AO SABOR DO VENTO

O SOL DA BAHIA

Olhar o entardecer na Baia de Todos os Santos é uma catárse. Foi em um destes muitos privilegios de contemplação do entardecer que as ideias transmutaram:

Sou sol
Sol seu
Solícito
Sem solitudes
Sorvendo
Suando
Sonhando
Sem saturações
Sinônimos
Saudades
Sindicâncias
Sobejos
Sou sol
Seu sal
Só seu

Juray de Castro

ENTREGA AO VELHO CHICO

GEOMETRIA URBANA